24 de fevereiro de 2011

UPPs: uma mentira

Secretário de segurança pública, José Mariano Beltrame.
No Rio de Janeiro, no atual governo, foi implantado a política das UPPs (Unidades de Polícias Pacificadoras). Essa política consiste na instituição de polícias comunitárias nas favelas do estado, desarticulando quadrilhas e, principalmente, enfraquecendo o tráfico de drogas.

A primeira UPP instalada foi na favela Santa Marta, em novembro de 2008. Em seguida, implantou-se o projeto na Cidade de Deus, no Batan, Pavão Pavãozinho, Morro dos Macacos entre algumas outras. O projeto agradou especialistas e moradores das comunidades pacificadas. 

De qualquer maneira, o que eu falei todos já sabem e o que vim contestar é a forma de como os envolvidos nas operações, o secretário de segurança, o próprio governador Cabral vêm tratando do assunto. Eles nos passam uma visão de que apenas após as polícias pacificadoras começou a ter diversão, felicidade etc. nas favelas pacificadas. Veja algumas declarações dos envolvidos aqui, na informação do concurso de fotografia.

No mesmo concurso de fotografia com apenas imagens de favelas pacificadas, "eles" tentaram dar mais credibilidade ao projeto. Por que só fotos de favelas pacificadas? Por que a maioria dos jurados do concurso não eram profissionais da área do próprio jornal O Globo, a mídia que promoveu o concurso? A maioria dos jurados era ligada ao Sérgio Cabral, como secretário de segurança pública, José Mariano Beltrame, a secretária estadual de esporte e lazer, Márcia Lins, o coordenador-geral de polícia pacificadora, coronel Robson Rodrigues da Silva. Aí é mole!

Uma medida inteligente da parte deles, "usar" os próprios moradores para darem ênfase a uma mentira. Como dizia Hitler: "uma mentira gritada muitas vezes, bem alto, ganha na opinião do povo, características de verdade.".

Olhem o que disse a Márcia Lins: "Todos tentaram reproduzir a vida que mudou, mostraram a paz, a beleza natural." Veja também o que disse o próprio coronel: "Antes da pacificação, os meninos não tinham essa liberdade, não podiam subir num muro, por exemplo.". E acrescentou que as fotos capturaram bem a alegria das crianças. 

Ué, antes da pacificação não havia alegria? A única coisa que pode alegar, que também não me convence, é que a qualquer momento as crianças sabiam que poderiam tomar um tiro de bala perdida, ter que fugir porque está acontecendo um tiroteio etc. Em que lugar não é assim? Corremos riscos em qualquer parte desse mundo, principalmente aqui no Brasil e no Rio.

Agora, vejam o que disse o editor de fotografia do O Globo: "O ambiente mudou, as comunidades estão vivendo climas menos tensos. Antes ninguém poderia sair pela rua apontando uma câmera fazendo fotografia. O traficante logo ia aparecer para impedir, intimidar a pessoa.". O que é falso, comprovado, também fotograficamente, no flickr, o qual tem o link disponível no final do texto.

Vejão bem, não estou criticando as UPPs, nem defender ninguém, apenas levantando uma questão, que na verdade, é uma mentira. Antes das UPPs já havia felicidade, alegria como disse o coronel. E o que vai provar isso não são palavras propriamente escritas, mas sim fotos, isso já basta!

Foto de Leonardo Lima!
Essa foto é incrível. Meninas brincando de pular corda na favela do Jacarezinho, no local conhecido como Azul, e pelo o que sabemos, a favela do Jacarezinho ainda não é uma favela pacificada. E o chinelo de uma das meninas jogado enquanto brincam, ou seja, não há aquela preocupação. Estão sendo felizes sem as UPPs.



                                                                                                                        

Foto de Leonardo Lima - Jacarezinho.
Essa, então, é perfeita! Contradiz inteiramente o tal do coronel. Um menino em cima de um muro preparando-se para subir mais alto ainda numa laje para soltar pipa, também no Jacarezinho, favela que não é pacificada.

Não dá para entender o motivo dos senhores tentarem deturpar a verdade. Querem que o pessoal da Zona Sul e de fora do Rio (como diz meu amigo Léo), que não entendem a realidade nua e crua, vejam e fiquem de boquiabertos com o projeto do Cabral: "Olha o que o Cabral e o seu secretário fizeram por aquele povo". Tudo pelo projeto 2014, será que o PMDB fura o olho do PT? Não, né? Fica para 2018, então. Ou visibilidade o suficiente para alcançar um cargo internacional, na ONU, como ele propôs ao ex-presidente Lula no ano passado para buscarem um cargo na tal instituição. O Lula não quis, mas Cabral teve que se contentar com o estado do Rio de Janeiro mesmo.


O povo de bem clama pela Paz. Não importa de onde e como ela venha, o povo quer Paz!

Está provado, então, que é mentira o que tentam nos passar. Não acredite em tudo que dizem. E se tiver argumentos, conteste! Sem pena...

Colaboração fotográfica de Leonardo Lima, veja mais fotos no flickr dele.

7 comentários:

  1. Ahm..
    Eles tem que fazer a propaganda né, politico.

    Mas dizer que UPP é farsa já é forçar..

    ResponderExcluir
  2. Sérgio Cabral, Lulla, Dilma e muitos outros políticos só mentem, enganam o povo visando sempre as próximas eleições.
    As UPPs podem até ter pacificado alguma coisa ai no RJ, mas na forma que vejo Cabral e a polícia deu tempo dos bandidos fugirem.

    ResponderExcluir
  3. Nunca ninguém fez nada nem parecido e ainda assim todos reclamam e colocam defeito. O que é? querem que fique sem nada? o governo está tentando, porem de só critic... Voltem no tempo e vejam a diferença positiva do atual pro antigo!

    ResponderExcluir
  4. Vou ter que soletrar para esse "Anônimo" entender. Deixei bem claro que não estava criticando a política das UPPs. Reclamei da forma como é nos passado a divulgação desse projeto: dizendo que só existe felicidade após a pacificação, por exemplo. O resto, acho, que dá para você entender, Anônimo. Ah, mostre-se também!

    ResponderExcluir
  5. Léo Lima: A política das Upps
    é falsa, nojenta e mentirosa.
    a alegria existe, a trsiteza tbm ...
    nós, moradores de favelas queremos dignidade nao recortes de verdades inexistentes.

    parabéns celinho, pela publicação ta d+

    ResponderExcluir
  6. VCS VIRAM TROPA DE ELITE 2 A FICÇÃO ESTÁ SE TORNANDO REAL

    ResponderExcluir
  7. Se tivessem investido em educação a alguns anos atrás a situção não chegaria aonde chegou hoje, mas eduacação é investminto de longo prazo e nenhum politico que investir em algo que vai dar resultado depois de anos, pois quando vier o resultado ele poderá não estar no poder.Então nós vivemos nessa hipocrisia politica que as coisas estão dando certo.
    Primeiro de educação, emprego e uma salario digno para que essas pessoas possam viver com dignidade para os brasileiros que levam esse país nas costa.

    ResponderExcluir